Produtos Qualificados

Maçã Bravo de Esmolfe

Conhecida desde o século XVIII, esta variedade regional tem o seu berço, na aldeia de Esmolfe, no concelho de Penalva do Castelo. Terá sido obtida de uma árvore de semente, cujos frutos foram muito apreciados, originando uma intensa procura me material de enxertia e a disseminação da variedade´.

É produzida numa região caracterizada, em termos de clima, por possuir Invernos muito frios e rigorosos e Verões muito quentes e secos.

A floração tardia desta variedade permite-lhe uma excelente adaptação ao clima da Região, onde os riscos de temperaturas negativas e de geadas tardias são elevados.

O fato de ser uma variedade autóctone e, por isso, bem adaptada ao meio, permite que a sua exploração se realize com recurso a tecnologias amigas do ambiente e respeitadoras da saúde do consumidor.



A maçã “Bravo de Esmolfe” distingue-se de todas as outras variedades, pelo aroma dos seus frutos e as suas ímpares qualidades sápidas. Possui uma polpa branca, macia, sucosa, doce e com excelentes qualidades gustativas, caracteristicas que lhe concedem o estatuto de “Rainha das maçãs portuguesas”

DELIMITAÇÃO GEOGRÁFICA

A área geográfica correspondente à produção de maçã Bravo de Esmolfe abrange cerca de 7.900 Km2 e compreende os seguintes concelhos:

Distrito de Viseu: Armamar,Lamego,Tarouca, Moimenta da Beira,Sernancelhe Penedono, Castro Daire, S. Pedro do Sul, Vila Nova de Paiva, Sátão, Penalva do Castelo, Viseu, Mangualde, Nelas, Tondela,Carregal do Sal e Santa Comba Dão.

Distrito de Coimbra: Tábua, Arganil e Oliveira do Hospital

Distrito da Guarda: Aguiar da Beira, Trancoso,Pinhel Fornos de Algodres,Celorico da Beira,Gouveia,Guarda,Seia e Manteigas.

Distrito de Castelo Branco: Covilhã Belmonte e Fundão.

MAPA DA DELIMITAÇÃO GEOGRÁFICA

 

Maçã da Beira Alta

Perde-se no tempo a tradição frutícola da Região da Beira Alta.

Inicialmente as macieiras eram exploradas apenas para consumo das famílias da região, sendo o pouco remanescente vendido nas feiras e mercados locais. Eram cultivadas na bordadura dos campos, com árvores de grande porte e de difícil maneio.

Só a partir da década de sessenta do século passado, com a instalação de pomares contínuos e a introdução de variedades slecionadas é que esta maçã passou a ser conhecida e apreciada fora desta região.

O clima agreste desta região, caracterizado por Invernos bastantes frios e rigorosos, Verões quentes e secos e com alta luminusidade, favorece a produção de maçã de grande qualidade, sumarenta,gostosa de polpa muito consistente, com excelente coloração e elevada capacidade de conservação, caracteristicas de requinte que a coloca a par das melhores maçãs europeias.

Variedades de maçã abrangidas pela Área Geográfica Delimitada ( IGP): Golden, Gala, Starking, Jonagold, Granny Smith, Jonagored, Fuji e Reineta.

 

DELIMITAÇÃO GEOGRÁFICA
A área geográfica correspondente à produção de maçã da Beira Alta abrange cerca de 11.318 Km2 e compreende os seguintes concelhos:

Todo o distrito de Viseu
Distrito de Coimbra: Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua
Todo o Distrito da Guarda

 

Nublado

8°C

Nublado
Humidade: 83%
Vento: W a 11.27 km/h
Sunday
Nublado
7°C / 13°C
Monday
Nublado
4°C / 14°C
Tuesday
Nublado
3°C / 14°C
Wednesday
Nublado
3°C / 12°C

Associação de Fruticultores de Beira Távora © Todos os direitos reservados. Desenvolvido por:InforJarpos