Relatório de danos nas vinhas do Douro enviado para o Governo

A Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte prevê enviar ainda esta qunta-feira à tutela um relatório com os prejuízos causados pela intempérie de terça-feira nas vinhas do Douro, algumas com perdas de 80 por cento da produção.
 
«Estamos a fazer a recolha dos dados dos estragos verificados em Murça, Alijó, Sabrosa e também na margem sul do Douro nas localidades de Moimenta da Beira e Armamar», explicou à Lusa o director regional Manuel Cardoso, destacando que para além da vinha, o mau tempo também afectou plantações de maçã.
 
Enquanto a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN) procede ao levantamento de dados, os proprietários dos terrenos danificados também terão de comunicar os prejuízos sofridos o que dará origem a um relatório preliminar a enviar ao Ministério da Agricultura.
 
Sobre os valores preliminares já levantados, Manuel Cardoso relatou existirem parcelas em Murça afectadas em mais de 50 por cento da produção e «alguns casos chegam aos 80 por cento».
 
Perante a intempérie e os prejuízos cujo valor ainda não é possível estimar, o director regional apela aos produtores que adiram aos «seguros colectivos que existem para a vinha» e que «são vantajosos», com valores «apelativos» como «sete a oito euros por pipa».
 
O responsável assinalou ainda ter já sido emitido um aviso agrícola sobre os tratamentos químicos de emergência que devem ser feitos «nestas alturas».
 
Em comunicado também hoje divulgado, a Câmara Municipal de Murça refere que «para além das vinhas, foram afectadas todas as restantes culturas agrícolas, muros de suporte e caminhos agrícolas, ficando com largos quilómetros totalmente intransitáveis».
 
«Numa primeira análise, estima-se que, exclusivamente em vinho, haverá um prejuízo de meio milhão de euros», acrescenta a autarquia que ainda na terça-feira, e depois da «enorme precipitação de chuva torrencial seguida de queda de granizo», deslocou ao local a sua equipa de intervenção.
 
A autarquia lembra que «foram cerca de 20 minutos de chuva com forte intensidade e queda de granizo provocando avultados prejuízos nas vinhas», particularmente no lugar da Serra, em Val Moreira e em parte do Barroco.
 
A Câmara de Murça salienta ainda que quarta-feira «a maioria dos agricultores, como medida paliativa, fez aplicações com substâncias à base de cálcio e boro para colmatar e tentar vitalizar os tecidos afectados da planta».
 
Fonte: Lusa

Nublado

8°C

Nublado
Humidade: 83%
Vento: W a 11.27 km/h
Sunday
Nublado
7°C / 13°C
Monday
Nublado
4°C / 14°C
Tuesday
Nublado
3°C / 14°C
Wednesday
Nublado
3°C / 12°C

Associação de Fruticultores de Beira Távora © Todos os direitos reservados. Desenvolvido por:InforJarpos